Caputo vem a Céu Azul e carimba recursos para saúde

Categoria: Saúde Publicado: Quinta, 16 Novembro 2017
Na última vinda do secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, a Céu Azul, em julho de 2015, ele se comprometeu com a construção do Unidade Central de Saúde, Carlos Alberto de Paula Fialho. Desta vez, além de conhecer a unidade que ele ajudou a viabilizar, Caputo confirmou a liberação de recursos para a aquisição de uma ambulância, no valor de R$ 120 mil, outros R$ 150 mil para adequações da UBS do Bairro Iguaçu e se comprometeu em ajudar o município na viabilização de equipamento de hematologia, para a modernização do laboratório municipal. Um automóvel, recentemente adquirido com recursos do Estado para a saúde, também foi entregue de forma oficial ao Município.
 
VIABILIZAÇÃO DO BOM SAMARITANO
Caputo conheceu também o Hospital Bom Samaritano e o trabalho da Fusca (Fundação de Saúde de Céu Azul), que administra a instituição. Segundo o secretário, o hospital tem uma boa estrutura e pode ser transformado em hospital com leitos de retaguarda de cuidados prolongados. “Talvez precise de ampliações, principalmente no pronto atendimento”, avaliou. O que chamou a atenção de Caputo foi o baixo índice ocupação (em torno de 12%) do hospital, o que “não cobre o custo de funcionando e também não dá respostas, como a população precisa”, disse.

Com as mudanças e o Bom Samaritano ofertando os leitos de retaguarda de cuidados prolongados, aqueles pacientes que já passaram por leitos estratégicos, intensivos, UTI, por exemplo, no HU de Cascavel, e que necessitem de cuidados prolongados e menos complexos, seriam transferidos para Céu Azul, com o SUS bancando o custo de internação. A ação, além de dotar o hospital de uma estrutura mais eficiente e resolutiva, vai ajudar a desafogar os leitos estratégicos do HU. 

De acordo com o prefeito Germano Bonamigo, o resultado colhido com o trabalho desenvolvido na direção da modernização da saúde é o que tem motivado todo o esforço nas soluções dos gargalos do sistema. A busca da viabilização econômica do Bom Samaritano começou a se concretizar com a conquista da filantropia (CEBAS - Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social), o que vai permitir que a instituição receba recursos dos governos federal e estadual, além da economia com a isenção de contribuições federais.

“Se tudo der certo, e eu acho que está bem encaminhado para isso, nós teremos em pouco tempo o nosso Bom Samaritano como referência na região para leitos de retaguarda”, prevê o prefeito. Caputo, que almoçou em Céu Azul, foi recepcionado por lideranças municipais, entre elas o agropecuarista Ibrahim Faiad, amigo pessoal do secretário. O vice-prefeito, Marcioano Boaroli, a secretária de Saúde, Verônica Ribeiro, Laurindo Tasca, presidente da FUSCA, os vereadores, Telmo Cardoso, Claudete Maranhão, Darcy Borchart e Mário Mittmann, prestigiaram o encontro, que contou ainda com as presenças dos ex-prefeitos, Jaime Basso e Rogério Pasquetti. Miroslau Bailak, da 10ª Regional de Saúde de Cascavel, acompanhou Caputo na visita a Céu Azul.

  

Acessos: 1835